Na hora de fazer a matrícula na escola sempre pode surgir aquela dúvida se, de fato, essa é a melhor escolha para o seu filho. Afinal, a instituição de ensino tem grande importância não somente no desenvolvimento da criança, mas no dia a dia de toda a família.

É nesse ambiente que o aluno vai absorver grande parte dos conhecimentos e valores que carregará pelos próximos anos. Dessa forma, os pais devem ter segurança quanto aos serviços que serão prestados na instituição, que por sua vez precisa estar aberta a demonstrar por quais motivos é a melhor opção.

Você não deve, portanto, poupar tempo e nem atenção antes de tomar uma decisão de tamanha importância, já que assim será garantido que o seu filho estará em boas mãos.

Para ajudar os pais nesse momento, separamos algumas dicas que podem ser seguidas antes da matrícula na escola. Continue a leitura deste texto e descubra quais os pontos que merecem ser avaliados. Confira!

O que levar em consideração na hora da matrícula na escola?

Antes de tomar uma decisão sobre onde o filho vai estudar é comum que os pais visitem e conheçam diversas escolas. Contudo, em cada uma dessas visitas, é importante avaliar alguns pontos que farão a diferença no cotidiano e na vida das crianças — a família precisa ser seletiva e pensar com calma, pesando os prós e contras de cada opção. Veja alguns pontos que precisam ser considerados antes da matrícula na escola!

Valores

Nesse caso, estamos falando sobre os valores sociais que a escola pode oferecer à criança. Você precisa levar em conta que tipo de educação quer que seu filho tenha e, ainda, garantir que ela seja alinhada com a educação que a família passa em casa. Por exemplo, você prefere que esses valores sejam tradicionais e conservadores, ou mais contemporâneos?

Isso fará total diferença, por exemplo, no momento de abordar temas como religião, tolerância, sexualidade e bullying. Além disso, essa decisão também pode interferir na relação que a instituição de ensino mantém com as famílias, com a comunidade acadêmica e nas festividades que farão parte do calendário pedagógico.

Metodologia de ensino

Outro ponto importante a ser avaliado no momento da matrícula na escola é a metodologia de ensino utilizada. Alguns pais podem preferir que o ensino seja mais intenso, visando que o filho entre em um bom curso de graduação. Outros já preferem que a criança receba uma educação mais humanizada, que estimule a criatividade e os valores sociais.

Caso sua preocupação seja, de fato, com o ensino, uma boa dica é avaliar como foi o desempenho dos alunos de determinada escola no ENEM — o Exame Nacional do Ensino Médio — ou em outros vestibulares concorridos. Esse pode ser um bom parâmetro do quanto a educação e a disciplina são levadas a sério na instituição de ensino.

Não há o que é certo ou errado, apenas existem metodologias e abordagens de ensino diferentes, e a melhor opção, é claro, depende do que a família procura.

Preço

No momento de escolher a melhor opção de escola para seu filho você precisa considerar o impacto que a mensalidade terá no orçamento da família. E, lembre-se, não é somente o valor mensal que será investido, mas também material escolar, transporte, alimentação e uniforme.

Localização

A localização também é fundamental para que a criança frequente a escola com tranquilidade. Você precisa avaliar qual o horário de entrada e saída das aulas e de quanto tempo será o deslocamento. A instituição de ensino fica perto de casa ou no caminho para o seu trabalho? Ponto positivo!

O acesso é facilitado, mesmo de transporte público? Melhor ainda. Optar por uma escola com um trajeto conhecido pelo trânsito só vai fazer com que seu filho precise acordar mais cedo, o que o deixará cansado e com sono na hora de estudar.

Infraestrutura

Todo o espaço da escola merece ser analisado com atenção. Observe se as salas de aula são aconchegantes, bem equipadas, iluminadas e estão limpas, se a biblioteca estimula a leitura, se os laboratórios são modernos e se há espaço para o lazer, que também é muito importante para o desenvolvimento das crianças.

Já a tecnologia, que está cada vez mais presente no dia a dia de todos, precisa estar incluída na educação das crianças e adolescentes. As ferramentas podem ser usadas para motivar os alunos, por exemplo, permitindo que eles tenham aulas mais interativas, além de auxiliar o trabalho dos professores e facilitar a comunicação da escola com os pais e responsáveis.

Perceba também se o prédio da instituição de ensino é seguro: como o acesso é feito, se os estudantes são bem monitorados e se há sinalização interna. Espaços abertos como jardins, hortas e quadras merecem ainda um ponto positivo.

Uma dica interessante é visitar a escola durante o período de aula para ver como as coisas realmente funcionam, já que durante as férias tudo pode estar mais organizado que o normal.

Corpo Docente

Outro fator bastante importante é a qualificação dos professores. Procure conhecê-los e avalie se esses têm uma boa formação, estão atualizados e se recebem incentivos da instituição de ensino — recursos tecnológicos que auxiliam no trabalho, por exemplo.

Para quem tem filho ainda pequeno, é fundamental se informar sobre por quantos alunos cada educador fica responsável durante as aulas.

Autorização de funcionamento

Por fim, avalie e confirme como está a autorização de funcionamento da instituição e se o alvará sanitário está a disposição dos pais, fixado em uma local de fácil visualização. Todos esses fatores terão impacto no dia a dia do seu filho e precisam ser levados em consideração.

Não deixe também de conversar com a criança sobre qual escola mais o agradou. Afinal, ele é quem passará parte do dia dentro da instituição de ensino, sendo cuidado por pessoas de fora da família e, por isso, precisa se sentir bem acolhido.

Perceba então que antes da matrícula na escola você precisa, analisar diversos fatores que serão importantes para a educação da criança.

Se o seu filho está na fase do Ensino Fundamental ele merece uma escola ainda mais completa. É nessa fase que se começa a formar opiniões e realizar novas descobertas. Desse modo, não deixe de saber como escolher a melhor opção de ensino!