No final de 2018 o Conselho Nacional de Educação (CNE), pertencente ao Ministério da Educação (MEC), aprovou e divulgou a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no Ensino Médio. Trata-se de um documento que prevê mudanças significativas para todas as escolas do país.

As instituições de ensino público e privado têm até 2022 para adaptarem seus currículos, assim como o Projeto Político Pedagógico (PPP). Como é uma mudança grande, é importante que as instituições e as famílias dos estudantes conheçam as suas orientações antes que a implementação aconteça por completo.

Continue a leitura e entenda melhor quais as mudanças previstas para o Ensino Médio!

O que é a BNCC no Ensino Médio?

A BNCC foi criada com o objetivo de nivelar a educação brasileira a partir da determinação dos conhecimentos, competências e habilidades essenciais a serem aprendidos em cada etapa da formação. Assim, existe um documento específico para o Ensino Médio.

Com isso, a base busca promover o desenvolvimento integral dos estudantes. O intuito é abranger não apenas o seu aprendizado intelectual, mas também o preparo para os cuidados pessoais, a vida profissional e as relações sociais.

O documento foi criado com a participação de educadores e pesquisadores, a fim de aprimorar as determinações. O processo atrasou em razão da proposta de reforma do Ensino Médio, que fez com que a BNCC para essa etapa só fosse homologada um ano depois da versão para a Educação Infantil e Fundamental.

Como já foi dito, a base contempla tanto o ensino público quanto o privado. Nesse sentido, cada escola tem a liberdade de elaborar o seu PPP, que é o documento que orienta os objetivos pedagógicos da instituição. Porém, para isso é preciso atender ao que a BNCC prevê.

O que muda no Ensino Médio?

O Ensino Médio, como última etapa da formação básica, tem mudanças que chamam a atenção dos educadores. O documento considera que os adolescentes são pessoas em formação e que a escola precisa considerar as suas necessidades de maneira mais ampla.

Contudo, é preciso ter cautela e observar qual será o impacto das mudanças. Confira as principais alterações:

Itinerários formativos

A principal novidade da BNCC no Ensino Médio é a divisão das matérias em itinerários formativos. Nesse sentido, apenas português, inglês e matemática têm carga obrigatória nos três anos.

As demais áreas do conhecimento ficam divididas em grupos e podem ser distribuídas ao longo do período, conforme a escolha da instituição. Para isso, é preciso avaliar as características locais e considerar o que mais se adéqua aos objetivos da base e ao contexto da instituição. Os itinerários são:

  • linguagens: português, inglês, artes e educação física;
  • matemática;
  • ciências da natureza: biologia, física e química;
  • ciências humanas e sociais: história, geografia, filosofia e sociologia;
  • formação técnica e profissional.

Com isso, o objetivo é oferecer mais autonomia e protagonismo aos estudantes, para que eles escolham em qual área desejam se aprofundar mais, de acordo com os seus interesses e com a disponibilidade da escola.

Espera-se também favorecer a interdisciplinaridade, já que essa divisão permite que as escolas realizem programas integrados entre matérias, o que também engloba a formação técnica e profissionalizante.

Nova carga horária

A carga horária do Ensino Médio também passa por alterações. O tempo que o aluno fica na escola passa de 4 para 5 horas. Os seus estudos serão divididos de maneira que 60% do tempo será dedicado às matérias obrigatórias e 40% fica destinado aos itinerários formativos.

Foco no mercado de trabalho

Uma mudança importante no Ensino Médio é o foco no mercado de trabalho. O documento considera que essa etapa da educação básica precisa preparar o jovem para a vida profissional.

Dessa maneira, a proposta é desenvolver as habilidades e competências esperadas no mercado, assim como permitir que se obtenha um preparo para áreas específicas. Espera-se atingir esse objetivo por meio do ensino técnico e profissionalizante, que será oferecido pela escola de forma mais rápida e simples.

Educação a distância

A oferta de modalidades de ensino a distância é outro tema delicado do documento. Isso aparece como uma opção para as instituições, que pode comprometer, no máximo, 20% da carga horária do ensino diurno e até 30% para o noturno. A recomendação é que a EaD só seja adotada para os itinerários formativos e que seja oferecido um suporte pedagógico aos estudantes.

Como se preparar para as mudanças?

Embora a implementação completa esteja prevista para acontecer apenas em 2022, a partir de 2020 as escolas já devem começar a se preparar. Assim, é preciso que os currículos sejam reelaborados e gradativamente as alterações aconteçam.

O prazo permite que as instituições façam a adaptação de maneira mais tranquila, sem alterações muito bruscas. Ainda assim, as mudanças causarão um grande impacto no processo de ensino e aprendizagem.

É importante que os educadores e os pais leiam a BNCC e conheçam as suas propostas. Nesse sentido, é necessário que todos estejam comprometidos com o objetivo de melhorar a educação do país.

Como o projeto ainda não foi colocado em prática, é preciso que haja cautela para observar se ele realmente é benéfico para o ensino. Isso porque, apesar da mudança prática, não existe a previsão de expansão da infraestrutura ou investimento na formação de professores.

Por esse motivo, é fundamental ter um diálogo com os educadores e compreender como a escola pretende adotar a Base. É importante também dialogar com os jovens para saber quais são os seus objetivos profissionais e pessoais e, assim, escolher a instituição que mais se alinhe a eles. Para que isso seja feito de forma consciente e responsável, é possível recorrer à orientação vocacional, com um psicólogo.

Como vimos, a BNCC no Ensino Médio traz um grande impacto no processo de ensino-aprendizagem. Por isso, é fundamental verificar as mudanças, se manter informado e acompanhar a adaptação dos filhos em relação a elas.

As informações deste post ajudaram você a compreender mais sobre a BNCC no Ensino Médio? Então nos siga no Facebook, Youtube e Instagram para acompanhar mais conteúdos de seu interesse em primeira mão!

Powered by Rock Convert