capacidade analítica

4 dicas para o desenvolvimento da capacidade analítica na infância

Uma das competências acrescentadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi a capacidade analítica, que deve ser trabalhada na infância com o objetivo de aprimorar tanto as habilidades emocionais quanto o raciocínio dos alunos. Nesse sentido, o propósito principal é estimulá-los a desenvolverem resoluções que estejam além de respostas mais óbvias — para tanto, o envolvimento com atividades extracurriculares e a prática de esportes, por exemplo, são altamente recomendáveis.

Compreendida, em termos simples, como a capacidade de lidar com informações de naturezas distintas, porém inseridas em um contexto único e com correlações entre si, o seu incentivo é fundamental para o desenvolvimento de futuros adultos mais bem preparados para o mercado de trabalho e também mais independentes. Contudo, embora venha sendo atualmente trabalhada no âmbito escolar, o apoio de pais e de responsáveis se faz imprescindível para torná-la uma prática habitual.

Quer entender por que a capacidade analítica é tão importante e de que forma é possível ajudar a desenvolvê-la ainda na infância? Então, continue a leitura deste post e confira algumas medidas que podem ser adotadas no dia a dia!

O que realmente se pode entender por capacidade analítica e qual é a sua relevância?

É sabido que o desenvolvimento infantil abarca um sem-número de aspectos — cognitivos, sociais e emocionais —, de modo que é essencial promover uma completa formação dos indivíduos desde cedo. Nesse sentido, a capacidade analítica tem um papel de destaque no incentivo à autonomia, além de estar diretamente relacionada com a ampliação de uma perspectiva mais crítica acerca do entorno.

A bem da verdade, essa competência tem uma expressiva associação com o pensamento crítico, representando uma habilidade de síntese lógica de informações ligada à produção de pensamentos que resultam em ações coordenadas — daí a sua tamanha importância. Afinal, quando crianças e adolescentes conseguem dar solução a problemas de maneira mais criativa e eficiente, tornam-se capazes de enfrentar mais facilmente as próprias limitações inerentes ao processo de ensino-aprendizagem.

De que forma é possível incentivar o desenvolvimento dessa competência?

Ainda que a capacidade analítica seja vista como uma competência naturalmente desenvolvida por alguns indivíduos, é certo que não é inata a todos. Da mesma forma que as demais habilidades, é possível trabalhar em prol do seu aprimoramento e, como dito, é essencial que pais e responsáveis atuem de forma colaborativa — lado a lado com a escola — visando a esse desenvolvimento. Nesse sentido, a seguir, veja algumas formas de fazê-lo!

1. Incentive os seus filhos a tornarem a leitura um hábito

Ler é uma prática que tem o potencial de proporcionar diversas vantagens para as crianças, incluindo o desenvolvimento da capacidade analítica, haja vista que, por meio dela, a forma de pensar e o modo de enxergar o mundo ao redor são transformados. A fim de torná-la um hábito, é interessante oferecer às crianças diferentes livros que abordam temáticas distintas e também estilos de linguagem variados.

Inclusive, uma excelente estratégia pode ser propor momentos de leitura em família, se possível. Assim, além de incentivar os seus filhos a lerem, vocês poderão debater sobre as obras, estimulando a exposição — e a valorização — do ponto de vista de cada um. Nesse contexto, apenas é importante ter cautela para não fazer eventuais imposições. A intenção é justamente oportunizar que a criança chegue às próprias conclusões a partir do que foi lido.

2. Estimule o envolvimento em atividades extracurriculares

Um ponto ao qual se deve ter atenção tem a ver com a diversificação de abordagens, com o intuito de manter as crianças continuamente engajadas. Lembre-se de que, na infância, não é incomum que atividades inicialmente prazerosas se tornem tediosas muito rapidamente para elas, portanto, as atividades extracurriculares representam uma excelente alternativa para incentivar o desenvolvimento da capacidade analítica de inúmeras maneiras diferentes.

Inclusive, a própria prática de esportes — como mencionada brevemente na introdução — pode contribuir positivamente para isso, afinal, toda modalidade, como futebol, vôlei, ginástica artística etc., envolve uma lógica, que, por sua vez, deve ser trabalhada para a execução. Ademais, a convivência com os colegas é também um elemento positivo nesse contexto, pois possibilita que a criança viva outras experiências e, inclusive, estabeleça conexões.

Em conjunto, esses fatores colaboram significativamente para a formação integral dos pequenos como jovens mais bem preparados para os eventuais desafios da vida adulta futura.

3. Encoraje os questionamentos

Ao longo do período da infância, é bem comum que as crianças surjam com questionamentos e dúvidas sobre os mais diversos assuntos a todo momento. Em ocasiões assim, é fundamental que os pais e responsáveis não as desestimulem, afinal, essa prática é extremamente útil no que diz respeito ao desenvolvimento da capacidade analítica.

Então, pelo contrário, encoraje-as a perguntarem sobre tudo porque isso colabora para que elas não somente adquiram mais conhecimento, mas também para que aprendam a resolver os próprios problemas. Além disso, incentivando essa prática, você também reforça que, diante de um contratempo, a melhor saída sempre é buscar respostas — e a quem devem recorrer para isso.

4. Invista em jogos de lógica

Uma última estratégia que vale a pena destacar é apresentar aos filhos variados jogos de lógica, como palavras-cruzadas, Sudoku, xadrez e outros. Somente lembre-se de que é fundamental escolher os mais adequados de acordo com a idade da criança.

Investindo nessa alternativa, você incentiva o desenvolvimento da capacidade analítica dos pequenos de uma forma superdivertida, o que provavelmente despertará interesse por esse tipo de atividade. Nesse caso, uma boa pedida é buscar tanto opções com as quais as crianças possam brincar sozinhas quanto outras que exijam a participação de outras pessoas, pois, assim, será possível estimular também as suas habilidades interpessoais.

Percebeu o quão importante é a capacidade analítica e por que é tão recomendável que essa competência seja trabalhada desde a infância? Portanto, para garantir o incentivo ao seu desenvolvimento, é fundamental que haja um esforço conjunto por parte dos pais, responsáveis e da escola na qual a criança está matriculada, que deve ter valores e propósitos alinhados aos seus.

Está buscando uma instituição de ensino tradicional que preze por uma formação humana dos alunos, mas que, em simultâneo, esteja antenada às mudanças do mundo atual e seja receptiva às novas tecnologias? Então, entre em contato conosco e conheça o Colégio Arnaldo.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.