Para muitos, o ambiente escolar tem como único objetivo o ensino de disciplinas do currículo comum. No entanto, isso é um grande erro, já que os colégios também têm a responsabilidade de auxiliar na criação dos jovens, ao desenvolver habilidades fundamentais para a formação do caráter e da cidadania dos estudantes matriculados.

É importante levar em conta que o colégio também está intimamente relacionado à formação pessoal dos alunos. Mais que ensinar para o vestibular, as escolas são responsáveis, junto com os pais, a preparar a criança e adolescente para a vida (em sentidos amplos, que envolvem desde as relações interpessoais até o mercado de trabalho) e também para obter um bom desempenho escolar ao longo do ano.

Mas afinal, quais são as habilidades ensinadas no dia a dia escolar, para além do currículo? A seguir, confira uma lista de coisas que a escola ensina para o seu filho todos os dias, e que está implícito nas atividades!

Curiosidade e criatividade

Para algumas pessoas, tanto a curiosidade quanto a criatividade são características inerentes dos seres humanos. Afinal, a maioria das crianças costuma apresentar essas duas habilidades, certo? No entanto, pare para pensar: quantos adultos que você conhece são verdadeiramente curiosos e criativos? Ao que tudo indica, vamos perdendo essas capacidades ao longo do tempo.

Por isso, desenvolver, estimular e trabalhar tais habilidades é uma responsabilidade da escola e do ambiente familiar. No colégio, tais características devem ser constantemente trabalhadas por meio de atividades, instigando a sede pelo conhecimento e fazendo com que os alunos fiquem muito mais engajados em seus estudos.

Consciência corporal

Essa é mais uma habilidade extremamente importante que o ambiente escolar ajuda a criança e o adolescente a desenvolver. Infelizmente, poucas pessoas dominam e conhecem o próprio corpo, o que pode gerar uma série de problemas de saúde e também prejudicar as interações sociais do dia a dia. Isso pode impactar negativamente a vida social do seu filho, assim como as relações interpessoais que ele constrói.

Por meio de habilidades lúdicas, o estudante adquire uma maior consciência de seu próprio ser. Isso gera um maior controle da própria saúde, já que passamos a nos conhecer muito melhor, e também auxilia na comunicação com as outras pessoas. A oratória, por exemplo, utiliza os conhecimentos de gestualidades e vários outros fatores para melhorar a transmissão de informações.

Análise crítica e aquisição de conhecimento

O senso comum faz parte de nossa sociedade e a sua existência não é um problema. No entanto, os indícios de que algo está errado começam quando não nos questionamos sobre a veracidade dos fatos, adotando-os como uma verdade absoluta assim que alguém nos repassa uma informação. É aí que a análise crítica entra em jogo.

Saber analisar uma situação, observar os dois lados da moeda e verificar se o que foi dito não é uma mentira são capacidades fundamentais para um cidadão. O questionamento é algo natural do ser humano e deve ser sempre estimulado no ambiente educacional. Para isso, a escola pode promover a discussão saudável, a pluralidade de ideias e o desenvolvimento de um raciocínio próprio.

Empatia

Além da análise crítica desenvolvida, outra habilidade muito importante é a empatia. Essa característica diz respeito à nossa capacidade de entender (e se identificar) com os sentimentos do próximo. Ela é, portanto, crucial para a convivência em sociedade, favorecendo o respeito à diversidade e pluralidade de ideias, culturas e etnias.

No ambiente educacional, o desenvolvimento da empatia é algo que deve ser sempre estimulado. Atividades lúdicas e a inserção de atividades extracurriculares que trabalhem essa questão, como o teatro ou a música, podem fazer toda a diferença na educação de jovens, fazendo com que eles se tornem adultos muito mais empáticos.

Comunicação

Outra característica que é comumente vista como algo inerente dos seres humanos é a comunicação. No entanto, muitos adultos (e até mesmo crianças) não sabem como se comunicar adequadamente, algo que prejudica fortemente a interação social e o convívio em sociedade. Portanto, trabalhá-la no ambiente escolar também é algo importante e, felizmente, perfeitamente possível.

Ainda falando sobre atividades extracurriculares, elas são uma boa alternativa para trabalhar essa questão. Além disso, a comunicação (e outras habilidades relacionadas, como a oratória, por exemplo) pode ser trabalhada em sala de aula, com a promoção de debates. O importante é sempre respeitar a particularidade de cada estudante, como por exemplo os tímidos e introspectivos.

Valorização da diversidade

Vivemos em um mundo altamente diverso. Ao nosso redor, podemos observar indivíduos de cores, formas, culturas e linguagens (entre muitas outras coisas) diferentes. Portanto, é fundamental que saibamos exatamente como conversar e conviver pacificamente com essa pluralidade, a fim de não segregar nossos semelhantes e habitar um mundo muito melhor.

Na escola, tais fundamentos são um dos pilares da educação. Mesmo em ambientes com pouca diversidade de estudantes, é possível incentivar o respeito ao novo por meio de atividades diferentes, especialmente as que envolvam os variados tipos de arte.

Raciocínio lógico

Por fim, precisamos falar sobre o raciocínio lógico. Esse tipo de habilidade é muito importante não só para o desempenho acadêmico do estudante, mas também para o desenvolvimento do caráter dos alunos. Além disso, o raciocínio lógico é uma das habilidades mais procuradas pelos contratadores e outros funcionários da área de Recursos Humanos.

Fundamental para o bom desempenho em disciplinas como matemática, o raciocínio lógico também é essencial para nos ajudar a mediar conflitos em nossas interações sociais. Essa característica, portanto, é muito importante para o bom desempenho em diversos empregos, tanto para a realização dos ofícios como para a melhora do ambiente de trabalho.

Como podemos observar, ajudar o aluno a desenvolver habilidades no ambiente escolar é uma responsabilidade dos educadores e gestores de um colégio. Por isso, sempre escolha a melhor escola para o seu filho, pensando nos valores que serão ensinados naquele local e na metodologia utilizada pelo corpo docente. Além disso, avaliar a proposta pedagógica da escola é um ponto fundamental.

Conhece alguma outra habilidade que é ensinada nas escolas, mas que não foi mencionada em nosso post? Deixe seu comentário abaixo!