Além de prazerosa, a música pode ser uma grande aliada para o desenvolvimento infantil. Essa é uma excelente forma de interagir com a criança, tornando as atividades mais lúdicas e divertidas. Não tem idade para começar, algumas pesquisas mostram que desde o útero os bebês já podem reagir aos sons que ouvem, conseguindo perceber algumas frequências sonoras.

A musicalidade pode ser estimulada tanto em casa quanto na escola. Para isso, não é necessário ser músico. Você pode acompanhar a canção junto com a criança, interpretar a letra, criar coreografias. O importante é que esses momentos sejam prazerosos e explorem a riqueza dos sons.

Os benefícios da música para o desenvolvimento infantil são muitos. Continue a leitura e conheça alguns deles.

Melhora a cognição

A música é um ótimo recurso para estimular o desenvolvimento cognitivo desde os primeiros anos de vida. Ela ajuda na articulação das palavras e na associação ao seu significado de forma espontânea e divertida.

Utilizar a música como estratégia de ensino melhora a memorização e o raciocínio lógico, o que contribui também para o aprendizado das matérias escolares e até de novos idiomas.

Existem muitas músicas que tem finalidade pedagógica, contendo ensinamentos sobre números, letras e as primeiras palavras. Elas são boas alternativas para tornar a escola mais divertida e estimulante.

Desenvolve o respeito

Quando a criança tem contato com a música, ela aprende que precisa esperar o tempo certo da melodia, além de ter que cuidar dos instrumentos, mesmo que eles sejam de brinquedo. Dessa maneira, desenvolve mais respeito e disciplina para aguardar sua vez nas atividades ou mesmo para se comunicar.

Por meio de experiências práticas com a música, ainda que sejam simples, é possível deixar crianças agitadas mais tranquilas e concentradas. É também uma forma de lidar com o estresse infantil. É preciso ter atenção para seguir o compasso, o que ajuda a melhorar a paciência e o foco.

Melhora a consciência corporal

Desenvolver a consciência corporal é importante e necessário em qualquer idade. Mas na infância é que a descoberta do próprio corpo começa a acontecer. Os pequenos vão explorando cada membro e suas funções, percebendo as coisas que podem fazer.

A música é uma boa alternativa para ajudar a se conhecer, porque ela é feita com o corpo todo. Tocar um instrumento ou dançar são ótimas maneiras de explorar as diferentes formas de se movimentar. Isso acontece de forma livre e prazerosa.

A expressividade é outro aspecto que é beneficiado por meio da educação musical. De um jeito lúdico, explora-se o mundo e a comunicação não verbal pelos gestos, expressões faciais e corporais.

Equilibra as emoções

Uma das grandes dificuldades das crianças é aprender a lidar com as suas emoções. Estudos apontam que a presença da música no desenvolvimento infantil é uma boa forma de reduzir a ansiedade, melhorar a autoestima e contribuir para o controle emocional na infância.

Crianças inseguras tendem a ficar mais confiantes e vencer a timidez quando desenvolvem sua musicalidade. Com isso, elas ampliam os seus recursos para se expressarem e descobrem o próprio potencial.

Os sons proporcionam a sensação de conforto e ajudam a estreitar o laço entre a família e a criança. Para educadores, a música é uma forma de conquistar a confiança dos alunos e melhorar a relação da turma.

Desenvolve a cooperação

Nas atividades musicais práticas a criança percebe a importância do coletivo para que os sons fiquem bonitos e em harmonia. É preciso que todos estejam em sintonia e se dedicando juntos para que a música aconteça.

Usar a música na escola, dando a cada aluno um instrumento, por mais simples que seja, ajuda a melhorar o senso de colaboração, enquanto estimula o trabalho em equipe. É também uma forma de socialização, que integra todos os alunos.

A empatia entre os colegas também melhora à medida que passam a ter contato com a música de maneira constante. Pode ser apenas ouvindo ou também tocando. É criado um ambiente onde são compartilhadas experiências prazerosas, em que as crianças aprendem a se ajudar. Elas percebem também a importância do grupo para a execução das canções.

Melhora a criatividade

Quanto maior o repertório musical com o qual a criança tiver contato, mais diversidade ela conhecerá. As vivências práticas com a música, pela dança, pelo acompanhamento ou pela execução, são muito importantes para que ela explore sua criatividade.

Com o tempo, as crianças vão sentindo mais liberdade de brincar com as canções e fazer descobertas. É uma boa alternativa estimular a produção de sons de maneiras diferentes, como com brinquedos, objetos próximos ou com o próprio corpo. Isso ajuda a desenvolver a sensibilidade musical.

Além de ouvir e tocar, também é uma excelente atividade a confecção de instrumentos musicais. Existem muitas opções bem simples, com materiais acessíveis ou até reutilizados, que podem ser feitos junto com as crianças.

Criar o próprio instrumento faz com que se perceba mais sobre a produção sonora. Além disso, essa atividade estimula o protagonismo do aluno. Também estreita ainda mais a relação com a música e desenvolve habilidades de criação.

Estimula a autoestima

Os momentos em que a musicalidade é estimulada podem ser benéficos para melhorar a compreensão das próprias emoções. Nesse período da vida, em que a personalidade começa a se definir, o controle dos sentimentos e sensações é muito importante.

As atividades que favorecem a expressividade e a percepção de si são muito boas para o desenvolvimento infantil. Com isso, a criança fica mais autoconfiante e consegue lidar melhor com suas emoções.

Os benefícios da música são muitos, em todas as idades. Na escola, a musicalidade melhora a convivência com os colegas e profissionais. Também desenvolve as habilidades intelectuais, o que ajuda no aprendizado em todas as áreas. Em casa, o relacionamento fica harmonioso e o comportamento mais tranquilo.

É importante que a música esteja presente na rotina, não ficando restrita apenas a datas comemorativas. E além das canções para crianças, conhecer outros repertórios só contribui para o desenvolvimento dos pequenos.

Na educação infantil, é importante valorizar a fantasia e a brincadeira. Conheça a importância do lúdico no processo de ensino e aprendizagem e veja como é possível aprender usando a imaginação e a criatividade.

Powered by Rock Convert