economia doméstica

Economia doméstica: qual é a importância desse conceito para as crianças?

Economia doméstica é entender como os cuidados desempenhados dentro das famílias estão relacionados à organização para gerir o dinheiro. Essa prática envolve desde as despesas com comida, aluguel e contas de água e energia até viagens, planos, passeios e compra de produtos de lazer. Longe de ser um tema restrito aos adultos, as crianças podem e devem aprender sobre os assuntos da casa desde cedo.

Infelizmente, muitos pais decidem não falar sobre dinheiro perto dos pequenos, por pensarem que elas não estão na idade certa de compreender assuntos complexos ou que o tempo dará conta de ensinar tudo. Porém, você não precisa ser um especialista em finanças para falar sobre dinheiro com os filhos, e deixar a vida mostrar a eles não é o melhor caminho.

Neste post, vamos entender mais sobre a importância da economia doméstica na infância, como ensinar esse valor às crianças e os benefícios que são gerados a partir disso. Acompanhe a leitura e tire suas dúvidas!

Por que aprender economia doméstica na infância?

O primeiro paradigma a ser quebrado é o de achar que “dinheiro é só coisa de adulto”. Ele, na verdade, é parte integrante da sociedade atual e impacta diretamente o dia a dia das crianças. Afastar os seus filhos de algo que faz parte da vida deles só colabora para uma compreensão sobre o dinheiro apoiada na ansiedade.

As consequências disso é criar um adulto indisciplinado com suas próprias despesas. Contudo, um ensinamento prévio consegue ajudar os seus filhos a entenderem a importância de ganhar dinheiro, poupar, gastar conscientemente e saber onde investir. Não se preocupe a respeito da parte complicada da matemática, pois existem maneiras para ensinar qualquer tipo de assunto aos pequenos.

As finanças pessoais compõem um dos aprendizados infantis mais importantes. O papel da família, como primeiro grupo orientador da criança, não se restringe a ser a fonte provedora, mas ensinar qual é o caminho da independência e mostrar de que maneira o pequeno poderá caminhar com seus próprios pés no futuro.

Apesar de não ser uma disciplina obrigatória nas escolas, muitas instituições particulares sabem a importância da economia doméstica na vida dos alunos e incorporam diferentes modos de aprendizado no currículo conforme a idade.

Quando a criança encontra apoio da família e da escola para se planejar e se prevenir do consumo exagerado, ela capta isso como um valor importante na vida. Dessa forma, compreender o valor das coisas passa a ser uma tarefa fácil e divertida.

Como ensinar economia doméstica para as crianças?

O envolvimento dos filhos com o mundo das finanças deve ocorrer aos poucos, aprendendo noções relevantes conforme a idade. De nada vai adiantar, por exemplo, ensinar o que é juros composto a uma criança de sete anos. Ela pode até entender, mas terá dificuldades para aplicar a noção à sua vida prática.

Ao contrário disso, as dicas a seguir procuram ajudar os jovens a entender a importância de fazer boas escolhas, definir prioridades e gerenciar os próprios recursos. Veja!

Fale sobre o seu trabalho

É normal que as crianças fiquem curiosas para saber como é dia a dia de trabalho dos pais. Então, falar sobre o assunto, desta vez a fim de entender mais sobre finanças, também será muito divertido.

Por exemplo, explique o que é salário, demonstrando ser fruto do seu esforço com as atividades X e Y, além do tempo dedicado ao trabalho e o conhecimento e a experiência adquiridos ao longo da carreira.

Dê uma mesada e incentive a poupar

Uma quantia pequena, mesmo que seja só para guardar no cofrinho, reforça a importância de poupar dinheiro e fazer um certo controle dos ganhos. Deixe seu filho livre para decidir o que fazer com o dinheiro acumulado e ajude a encontrar as melhores saídas. Já em relação a crianças maiores de seis anos, pode-se dar uma mesada regular, de valor fixo e compatível à idade.

Explique a importância de doar

A doação é uma atitude que envolve solidariedade e empatia, além de ajudar as crianças a entenderem a importância de se desapegar dos objetos de valor financeiro e a valorizar pessoas e atitudes. Em um mundo no qual estimula constantemente o consumo e a acumulação de itens, aprender a doar pode ser muito enriquecedor.

Use jogos sobre finanças

Existem jogos de tabuleiro, a exemplo do banco imobiliário, que apresentam os pequenos às noções financeiras básicas de um modo lúdico e muito divertido. Mostre como eles funcionam, participe e incentive os filhos a chamarem os amigos para brincar. Essa também é uma maneira de manter um bom relacionamento com os filhos.

Quais são os benefícios para a vida das crianças?

O envolvimento precoce com noções financeiras básicas vai ajudar a criança a desenvolver habilidades socioemocionais importantes, pois o dinheiro está em quase todos os momentos da sua vida. Separamos, logo abaixo, alguns benefícios que a economia doméstica traz para a vida dos pequenos.

Responsabilidade

Uma quantia de dinheiro, mesmo que pequena, abre uma possibilidade de decisões relacionadas à sua serventia no mundo. Compreender o valor das coisas e a importância de poupar demonstra à criança a sua responsabilidade. Afinal, ela é integrante da família, por isso tem influências nas decisões financeiras tomadas.

Mais autonomia

A independência financeira é um projeto de vida que exige muita disciplina e paciência dos jovens. Isso só pode ser construído quando a importância da gestão do dinheiro dentro de casa se torna algo natural. À medida que os pais incentivam a economia doméstica, os filhos ganha autonomia com suas decisões e caminha para a independência.

As famílias devem incluir as crianças desde cedo na tomada de decisões e nos impactos de mudanças financeiras. Como vimos, essa postura agrega vários benefícios à vida dos pequenos. Coloque em prática as maneiras simples de fazer isso em casa e contribua para o desenvolvimento dos seus filhos!

Gostou do nosso post? Sabemos que esse é um assunto amplo, que gera várias discussões e dúvidas. Por isso, deixe o seu comentário e compartilhe sua experiência sobre economia doméstica com as crianças. Até a próxima!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.