educação hibrida

O que é educação híbrida e como está sendo adotada na educação?

Não há como negar que os recursos tecnológicos já fazem parte da realidade de professores, alunos e de seus familiares. Nos últimos anos, o que vemos é o fortalecimento dessa tendência que já tinha se tornado uma das marcas da educação em nosso século. Nesse contexto de inovação, a educação híbrida ganha força nas instituições de ensino e segue como tendência para o futuro.

Para boa parte de jovens e crianças, já é difícil pensar em um aprendizado sem os recursos concedidos pela internet. Por isso, é esperado que professores, coordenadores e demais profissionais da educação estejam sempre pensando em como inovar métodos de ensino já ultrapassados e como usar a internet a favor do aprendizado.

Para as famílias dos alunos, são adaptações que também trazem dúvidas e compromissos. Neste post, vamos explicar melhor como funciona a educação híbrida, um dos assuntos mais atuais nas discussões sobre educação. Acompanhe a leitura e tire suas dúvidas!

O que é educação híbrida?

A educação híbrida acontece quando são combinadas metodologias da sala de aula física com as metodologias do ensino remoto. É uma mescla dos universos online e offline que aproveitam as vantagens de cada uma para o aprendizado dos alunos.

Essa modalidade de ensino ficou ainda mais popular no contexto de volta às aulas depois da pandemia, já existe há mais de vinte anos. O conceito surgiu nos anos 2000, da expressão em inglês blended learning, que era usada para designar cursos voltados para o meio corporativo que mesclavam o universo online e offline.

Aos poucos, a educação híbrida alcançou a educação e se sofisticou conforme a tecnologia foi tornando a comunicação remota fácil e prática. Hoje, a modalidade apresenta várias vantagens para instituições de ensino.

Com a educação híbrida, o aluno não perde a oportunidade de interagir com colegas, professores e com o espaço escolar, pois as instituições continuam proporcionando o aprendizado em sala de aula física. Ao contrário, ele só tem em a ganhar com a maior integração das ferramentas digitais no seu aprendizado, além de aproveitar mais tempo para focar nos estudos em casa.

A mescla entre momentos na sala de aula virtual e física varia de acordo com as atividades escolares e com os propósitos de cada escola com a educação híbrida.

Quais são as vantagens da educação híbrida?

Agora que você sabe o que é educação híbrida, pode estar se perguntando como uma escola deve investir nessa modalidade de ensino. Para responder à pergunta, vamos elencar os diferenciais que a educação híbrida tem em relação ao ensino EAD e à modalidade totalmente presencial. Confira!

Novas formas de interação

Os encontros virtuais permitidos pela tecnologia proporcionam uma experiência única para as turmas. Os professores ainda conseguem tornar as aulas mais atrativas com o rol de ferramentas digitais disponíveis na internet, que, inclusive, também podem ser usadas para deixar as lições de casa mais dinâmicas.

Autonomia e personalização no aprendizado

Com a ajuda da tecnologia, um aluno pode ir além e tomar seus próprios rumos na pesquisa de assuntos discutidos em sala de aula, o que torna a jornada do seu aprendizado mais personalizada.

Otimização do tempo

Em alguns modelos da educação híbrida, os encontros na sala de aula física são focados em esclarecer dúvidas e realizar atividades que não se adaptam ao modelo remoto, enquanto boa parte do estudo efetivo, com acesso aos materiais de apoio, acontece em casa.

Como a educação híbrida é adotada no ensino?

A educação híbrida tem entrado na realidade das escolas de diversas maneiras. Conforme muda a instituição, essa modalidade de ensino pode ganhar uma maneira particular de funcionamento.

O melhor de tudo é que as aulas, a grade curricular, os horários, os recursos, as atividades extracurriculares, entre outros detalhes são sempre planejados para respeitar o ritmo de estudo do aluno. A seguir, veja alguns modelos de ensino que são bastante comuns na educação híbrida.

Sala de aula invertida

A parte teórica dos assuntos é estudada em casa, com o apoio dos professores por meio do ensino remoto, enquanto a sala de aula é usada para esclarecer dúvidas, levantar discussões, resolver atividades etc.

Laboratório Rotacional

São combinadas atividades em sala de aula e no laboratório de informática da escola, com conteúdos complementares. A turma é dividida em duas partes: uma realiza atividades de maneira remota, enquanto outra comparece à sala de aula. Depois, trocam-se as posições, os que estavam realizando atividades online passam para a sala de aula.

Consulta online com professores

A consulta online e particular do professor com o aluno é uma aplicação interessante da educação híbrida não só nas escolas, mas em instituições de ensino superior. Os professores e a coordenação geralmente planejam como essas consultas podem acontecer, os horários e como podem ser marcadas antecipadamente.

Qual é o papel da família na educação híbrida?

Com os alunos passando mais tempo em casa e aprendendo de maneira remota, um dos desafios das escolas que implementam a educação híbrida é conscientizar as famílias sobre o papel que elas desempenham no desenvolvimento escolar dos alunos.

Os professores sabem que não há educação efetiva sem a colaboração dos pais, tanto na educação híbrida quanto na educação tradicional. O diálogo com as famílias é uma parte indispensável na tarefa de garantir não só boas notas, mas também o bom resultado dos compromissos pedagógicos que a escola tem com os alunos.

Podemos dizer essa parceria é ainda mais importante na educação híbrida e remota. Nesse caso, relação entre as crianças e seus responsáveis não fica restrita ao acompanhamento das notas e à ajuda no dever de casa como antigamente.

Os pais precisam ajudar as crianças a se adaptarem às novas ferramentas tecnológicas, garantir a infraestrutura adequada para o aprendizado, acompanhar mais de perto as atividades escolares, entre outras particularidades que podem surgir de acordo com a idade dos alunos e as demandas feitas pelas escolas. Isso significa maior participação dos pais na vida escolar dos filhos e o fortalecimento da relação entre família e escola.

Esperamos que o conteúdo tenha esclarecido suas dúvidas sobre o que é educação híbrida e como ela vem sendo adotada no ensino escolar. É realmente muito importante que as famílias dos alunos estejam engajadas nesse assunto, afinal não é uma discussão que se resume aos professores e demais profissionais da educação, mas de toda a sociedade civil.

Parte da popularidade da educação híbrida também vem do momento atual de volta às alas depois dos meses de pandemia. Para entender melhor esse assunto, confira as 5 tendências da educação no pós-pandemia.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.