A construção do equilíbrio emocional começa desde cedo na vida da criança, sabia? Quando os pais incentivam seus filhos a entender melhor suas próprias emoções, e das pessoas ao redor, contribuem com seu desenvolvimento de maneira saudável e completa. Esse amadurecimento é fundamental para que os pequenos adotem, naturalmente, uma postura mais autorreguladora, sobretudo na vida adulta.

Se você tem interesse neste assunto, continue a leitura até o final. A seguir, explicaremos o que é e como é possível incentivar o equilíbrio emocional na primeira infância. Ao final, você entenderá porque o perfil dos pais é essencial para a construção desse amadurecimento. Boa leitura!

Afinal, o que é equilíbrio emocional e qual a sua importância?

Ter equilíbrio emocional significa ser capaz de compreender seus próprios sentimentos e das pessoas ao redor. Em suma, é a habilidade de conseguir lidar com as mais variadas emoções, como medos, frustrações, perdas e contrariedades. Pessoas equilibradas emocionalmente sabem adequar seus sentimentos às situações que se apresentam na vida, sejam elas quais forem.

Como mencionamos, incentivar o equilíbrio emocional nos pequenos é fundamental para que cresçam e se desenvolvam plenamente. A partir dos dois anos e meio, é possível que pais eduquem seus filhos para que consigam perceber, com clareza, suas emoções.

Quando esse amadurecimento é incentivado desde cedo, os benefícios são inúmeros para além da infância. A criança se torna mais resiliente, consegue se comunicar com facilidade e, além disso, adquire maior autoestima e autonomia. Sem dúvidas, essas são habilidades essenciais para a vida adulta, não é mesmo?

Como incentivar o equilíbrio emocional desde cedo?

Pronto! Você já sabe o que é equilíbrio emocional e qual a importância desse amadurecimento para o desenvolvimento da criança. Agora, chegou o momento de entender de que maneira podemos educar os pequenos emocionalmente desde cedo.

Antes de conferir nossas dicas, lembre-se de uma questão importante. Se o seu filho ainda é pequeno, é preciso ensiná-lo pelo exemplo, com frases curtas e simples, afinal, ele ainda não tem idade o suficiente para racionalizar seus sentimentos.

Entendido isso, confira, a seguir, como incentivar o equilíbrio emocional nos pequenos!

Crie vínculos afetivos e efetivos com a criança

Vínculos afetivos e efetivos exigem empenho e são construídos, e mantidos, por meio do diálogo franco com a criança. Por isso, sugerimos que você converse com seu filho sobre os sentimentos que ele tem, orientando e ouvindo atentamente, a fim de ajudá-lo a compreender melhor suas emoções, sobretudo, as angústias.

Isso fará com que ele tenha segurança para expor o que sente. É preciso, na verdade, que demonstrar ao pequeno que ele pode contar com você e que não há por que ter medo de expor sentimentos, seja eles quais forem. É esse tipo de atitude positiva que aproxima naturalmente as crianças de seus cuidadores.

Permita que o pequeno confie em seu próprio potencial

Elogiar o seu filho é importante, mas, mais do que enaltecer características, é preciso evidenciar o esforço dele. Com isso, a criança se sentirá motivada a se arriscar e dar o melhor de si, independentemente da opinião de outras pessoas.

Em vez de dizer que ele é ótimo em português, preferia mencionar a capacidade do pequeno de concluir suas tarefas, de conseguir solucionar problemas por si só, de ter a responsabilidade de estudar sem que seja sempre lembrado pelos pais. Consegue perceber a diferença?

Mostre a importância da resiliência e otimismo

Mostre ao seu filho a importância de ser otimista e resiliente perante os problemas. Explique a ele, tomando como exemplo situações do dia a dia, que, infelizmente, não somos imunes às adversidades da vida. Elas estarão presentes na infância e, por isso, é preciso que ele mantenha atitudes positivas desde cedo para que, enfim, saiba lidar melhor com problemas na vida adulta.

Ensine como lidar com as frustrações

Frustrações também fazem parte da vida, inevitavelmente. Por isso, para que a criança encontre equilíbrio emocional desde cedo, é essencial ensinar a ela como lidar com isso. Nem sempre, por exemplo, será possível dar ao seu filho aquele brinquedo que ele quer, tampouco deixá-lo trocar as lições de casa por horas de videogame.

Em diversas situações os pais precisam dizer não, certo? Mas, além de dar a negativa, é fundamental explicar ao pequeno o porquê aquela situação está acontecendo, especialmente quando houver birra.

A falta de explicação gera revolta na criança e, consequentemente, incompreensão. Por isso, o ideal é sempre optar pelo caminho do diálogo. Essa ação fará com que o seu filho crie consciência e aprenda!

Por que o perfil dos pais é importante para a construção do equilíbrio emocional?

Saiba que as crianças aprendem com o exemplo de seus cuidadores. Até os 11 anos, seus cérebros funcionam como esponjas, absorvendo tudo ao redor, especialmente as emoções. É por isso que, para garantir o desenvolvimento completo e saudável dos pequenos, é preciso estimulá-los com atitudes positivas e otimistas.

Com uma base de vida cheia de aprendizados, amor e acolhimento, as crianças formam uma identidade mais equilibrada e de aceitação. Isso contribui para que construam, dentro de si mesmas, janelas de memórias positivas e para que, desde a primeira infância, consigam gerenciar melhor suas emoções.

Então, alimente seu filho com imagens bonitas e emoções alegres! Ele é um diamante a ser polido, com um potencial único e diferenciado, que pode ser explorado com a sua ajuda. Eduque com independência, corrija em particular, quando necessário, e não esqueça de ouvi-lo verdadeiramente e de forma empática. Pode acreditar que isso fará a diferença!

Esse foi o nosso conteúdo sobre equilíbrio emocional! Como pode conferir, incentivar o pequeno a lidar com as próprias emoções, e das pessoas ao redor, logo cedo é imprescindível para que se torne um adulto mais feliz e saudável. Lembre-se de respeitar sempre os sentimentos da criança, ouvindo verdadeiramente, e de o ensinar por meio de bons exemplos e muito diálogo.

Gostou do post? Então, aproveite a visita no blog e assine agora mesmo nossa newsletter! Dessa forma, você receberá mais posts especiais sobre educação e atualidades em primeira mão.

Powered by Rock Convert