lógica computacional

Lógica computacional e desenvolvimento dos alunos: entenda essa relação!

Conhecer os conceitos técnicos relacionados às novas tecnologias é uma forma de desenvolver as habilidades do futuro. Nesse sentido, aprender a lógica computacional na escola é uma ótima maneira de preparar os alunos.

Apesar de parecer um conteúdo voltado à formação profissional de adultos, ela pode sim ser aprendida ainda nos anos escolares e trazer muitos benefícios ao desenvolvimento dos alunos.

Por meio de boas metodologias é possível transformar o aprendizado técnico em algo divertido e capaz de contribuir com o estudo das matérias básicas. Essa prática estimula o raciocínio complexo, permite criar estratégias de ensino e torna as aulas mais dinâmicas.

Neste post, vamos mostrar o que é a lógica computacional, como ela pode fazer parte do aprendizado escolar e quais são os benefícios aos estudantes. Boa leitura!

O que é lógica computacional?

A lógica computacional é a linguagem por trás das funções de um computador. Ela usa elementos da lógica tradicional e da computação para criar comandos e desenvolver softwares ou algoritmos.

Nesse sentido, é preciso seguir um raciocínio organizado e complexo, o qual faz parte do pensamento computacional. Este, por sua vez, envolve os recursos necessários para encontrar soluções a partir da tecnologia.

Ainda que pareça algo muito específico, a lógica computacional desenvolve habilidades importantes em nosso cotidiano e trabalha com ferramentas já presentes em nossa vida, por exemplo, o computador e o celular. Dessa forma, possibilita aprender a resolver os problemas de maneira organizada e objetiva, sendo essencial ao bom desenvolvimento.

Como a lógica computacional pode ser ensinada na escola?

Como já mencionamos, para o uso dessa linguagem ser benéfica ao desenvolvimento das crianças e dos adolescentes na educação moderna, a escola precisa contar com uma boa metodologia.

Portanto, não basta ensinar números, códigos e ter uma sala de computação. É fundamental que a instituição de ensino envolva os alunos no uso daqueles conhecimentos para melhorar o seu dia a dia e estimular o aprendizado constante.

Nesse sentido, é necessário apostar na lógica computacional como uma forma de compor a rotina e enriquecer as atividades realizadas pelos estudantes. A seguir, veja algumas ótimas formas de aplicar esse conceito no ensino escolar.

Gamificação

Os jogos geralmente são muito atraentes aos jovens, e a escola deve aproveitar esse interesse a fim de favorecer o ensino. A gamificação é capaz de tornar as aulas mais estimulantes e ajudar no aprendizado.

Nessa estratégia, os professores podem usar jogos prontos para desenvolver habilidades ou ensinar os estudantes a criarem os próprios games. São atividades muito divertidas, educativas e que ajudam no senso de colaboração e na autonomia dos jovens.

Uso de softwares de ensino

Outro meio é quando a escola tem uma plataforma de ensino e o auxílio de softwares que ajudem nas aulas. Os aplicativos, por exemplo, são acessíveis, podem ser usados em aparelhos móveis e ajudam em vários objetivos.

Já existem opções que facilitam o estudo da lógica computacional e contribuem com as aulas. Essa é uma excelente maneira de se aproximar de ferramentas habituais do cotidiano dos estudantes e usá-las para incentivar o aprendizado.

Robótica

A robótica tem ganhado cada vez mais espaço nas escolas inovadoras, por seus benefícios voltados à educação. Uma de suas formas de ensino é explorar o lúdico, de modo a estimular a brincadeira enquanto os alunos aprendem um raciocínio complexo.

Por meio da robótica na escola, os jovens aprendem a criar robôs e maquetes por recursos tecnológicos, fazendo parte não só do aprendizado técnico, mas do enriquecimento das matérias estudadas.

Quais são os benefícios para os alunos?

Existem muitas maneiras de usar a lógica computacional na rotina escolar, visando a contribuir com as atividades. O método traz grandes benefícios aos alunos, inclusive para os momentos nos quais não estiverem diante das tecnologias. Abaixo, veja algumas habilidades estimuladas por essa metodologia.

Desenvolvimento cognitivo

O desenvolvimento cognitivo é importante em todo o processo de aprendizado. Trata-se do modo como compreendemos, armazenamos e usamos os conhecimentos. Está relacionado, por exemplo, ao uso da linguagem, à resolução de problemas e ao raciocínio lógico.

Dessa maneira, as atividades mais desafiadoras — a exemplo das propostas pelo uso da lógica computacional — se tornam estímulos para as habilidades cognitivas. Com isso, melhora também o desempenho nas matérias escolares.

Resolução de problemas

O pensamento organizado e objetivo proposto é importante na resolução de problemas. O raciocínio se torna analítico, e os jovens têm facilidade para encontrar soluções criativas e eficazes.

Os estudantes aprendem a decompor um desafio em partes, de modo que ele fique mais compreensível. Assim, conseguem encontrar os melhores caminhos para a resolução do problema.

Interação e comunicação

Grande parte das atividades na lógica computacional precisa ser feita em grupos. Por isso, os alunos necessitam de envolvimento e colaboração com os colegas, melhorando consideravelmente a convivência. Afinal, eles aprendem que devem trabalhar juntos se quiserem construir algo maior.

Além disso, a possibilidade de criar coisas que serão usadas pelos colegas e até pelos professores é essencial para a autoestima e autonomia dos estudantes. A comunicação e a escrita também são favorecidas.

Alfabetização digital

A educação 4.0 precisa desenvolver as habilidades tecnológicas a fim de que os jovens façam bom uso dos recursos modernos. Nesse sentido, a escola tem papel importante no incentivo do uso saudável e seguro dessas ferramentas digitais.

Esse estímulo ajuda a trazer mais segurança às crianças e aos adolescentes, pois eles passam a compreender como os aparelhos operam e as melhores formas de explorá-los sem que se exponham a riscos.

Portanto, é fundamental que as escolas usem a lógica computacional em sua prática, a partir de metodologias organizadas e eficazes. Trata-se de uma abordagem benéfica aos alunos, aos professores e à família. Por isso, a inovação no ensino deve ser um critério importante na hora de escolher a melhor instituição para matricular os seus filhos.

O Colégio Arnaldo valoriza a inovação e a criatividade na educação, oferecendo o aprendizado moderno e conectado com o que se espera do ensino do futuro. Quer saber mais sobre os diferenciais da instituição? Então, entre em contato com nossas equipes nas unidades Anchieta e Funcionários.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.