Estamos em uma era totalmente digital. A tecnologia está presente em todos os lugares, por isso, é difícil imaginar o mundo sem ela. Para crianças e adolescentes, os jogos eletrônicos são grandes atrativos, gerando, muitas vezes, preocupação nos pais. É importante considerar que existem malefícios, mas também é possível observar benefícios do videogame relacionados ao desenvolvimento dos jovens.

Nesse sentido, os videogames, embora não sejam tão revolucionários quanto os sistemas de telecomunicação, são grandes influenciadores da nossa sociedade. Os seus impactos podem ser observados em nossa cultura, modo de nos relacionarmos e até em benefício da educação.

Para ajudar a compreender melhor esse tema tão atual, preparamos este texto, que vai trazer informações sobre os benefícios e as desvantagens do uso de videogames na vida das crianças e dos adolescentes. Continue a leitura para conferir!

Saiba quais são os principais benefícios do videogame

A revolução tecnológica trouxe cada vez mais elementos realistas aos jogos, que misturam a realidade e a ficção. Estudos recentes apontam como o universo dos games tem adquirido a capacidade de alterar algumas ligações cerebrais, mas ainda não existem dados o bastante para concluir todos os benefícios e malefícios gerados ao corpo humano.

Em linhas gerais, o teor violento, bastante característico em muitos jogos, é o principal fator para a maioria das discussões sobre o assunto. Assim, embora existam argumentos que defendam os malefícios do videogame, destacaremos o efeito benéfico apresentado ao mundo de hoje. Confira a seguir.

Melhora a coordenação motora

Ainda que a principal função dos jogos seja o entretenimento, eles têm sido vistos como excelentes aliados do desenvolvimento de habilidades importantes. Isso porque trazem regras, informações complexas e a necessidade de raciocínio rápido.

Aqueles que são baseados em ação, por exemplo, exigem dos seus jogadores uma habilidade motora e visual muito grande. Assim, eles podem ser bastante úteis ao estimular uma melhor coordenação para conduzir veículos.

Além disso, os estímulos oferecidos ao corpo por meio das imagens e a necessidade de seguir comandos específicos podem ser oportunos para aprender uma nova habilidade, como tocar instrumentos musicais.

Se considerarmos o alto grau de dificuldade exigida por essa atividade aos seus praticantes, aliado ao fato de trabalhar a coordenação motora, percebemos que os jogos podem facilitar muito o processo de aprendizagem.

Auxilia o raciocínio lógico

A maioria dos jogos eletrônicos exige dos seus praticantes um alto nível de concentração e, consequentemente, demanda a tomada de decisões de forma rápida. Portanto, esse tipo de conteúdo consegue trabalhar a agilidade e o raciocínio. Dessa maneira, é capaz de ajudar a lidar com situações adversas, porque estimula a fazer escolhas mais acertadas sob pressão.

As habilidades impostas pelos jogos mais modernos auxiliam o cérebro de pessoas de todas as idades. Esse tipo de recurso pode ser convertido para o ambiente escolar, por meio de ferramentas que auxiliam o aprendizado, inclusive.

Dessa forma, além de um simples momento de lazer, os seus praticantes podem aprender por meio dos games e se beneficiar em sua vida escolar ou profissional. Ademais, essa estratégia pedagógica é uma tendência da educação na era digital, já que também melhora o trabalho dos educadores, pois aumenta o interesse nas aulas e estimula o aprendizado.

Desenvolve a capacidade de tolerância a frustrações

Normalmente, crianças e adolescentes não sabem exatamente como lidar com suas frustrações ou demonstrem ser pouco tolerantes diante das decepções vivenciadas — seja nas brincadeiras, seja na vida real. Nesse sentido, as perdas que acontecem com frequência nos jogos podem ajudar a lidar melhor com isso.

Os jogos devem ser usados de maneira estratégica para melhorar a forma como os jovens lidam com as emoções diante de uma frustração. Da mesma forma, ajudam a educá-lo sobre as vitórias, as derrotas, a honestidade e o jogo limpo. As crianças podem aprender por meio do game que perder também faz parte da brincadeira, sendo possível recomeçar, assim como na vida.

Cria oportunidades profissionais

Como falamos no início do texto, a tecnologia está presente em nosso dia a dia e em pleno desenvolvimento. No mercado de games, existem diversas oportunidades de seguir uma carreira de sucesso, visto que a indústria de jogos tem grande potencial de crescimento. São muitas as possibilidades para os apaixonados pelos jogos de encontrar satisfação profissional nessa área.

Conheça os principais malefícios do videogame

Da mesma maneira que existem benefícios do videogame, também é preciso ter atenção com o seu lado ruim. Na maioria das vezes, isso está relacionado ao excesso e com as escolhas de jogos deseducativos. Conheça os pontos negativos dos games para as crianças e os adolescentes.

Promove o sedentarismo

Um dos principais malefícios do videogame está relacionado ao tempo gasto na frente de uma tela. É comum que os seus praticantes desenvolvam o hábito de dedicar horas aos jogos, prejudicando as suas outras atividades diárias.

Uma das consequências mais frequentes é a obesidade — fator muito comum entre os gamers. Dado que eles estão sempre sentados e não fazem esforços físicos regularmente, aumentam as suas chances de desenvolver doenças cardiovasculares, como danos nos vasos sanguíneos, pressão alta, arritmia e diversas anormalidades no coração.

Pode gerar problemas sociais

O isolamento causado pelo excesso do uso dos videogames também é extremamente prejudicial às crianças e aos adolescentes, embora comum. Ao se envolver a fundo com o mundo virtual, o indivíduo pode sofrer uma dificuldade de estabelecer contato com outras pessoas, tanto na infância e adolescência quanto na vida adulta.

Nesse sentido, é importante destacar que a infância é a fase ideal para as crianças se desenvolverem e se relacionarem. Portanto, o estilo de vida estimulado pelos jogos virtuais inverte valores e impacta diretamente a personalidade dos jovens. Dessa forma, o uso exagerado pode motivar problemas sociais grandes no futuro desses indivíduos.

Agrava problemas de postura

Por fim, o tempo gasto sem se movimentar pode causar, além dos problemas já citados, a perda de massa muscular, o que aumenta a predisposição a sofrer lesões de diversos níveis nos músculos, dores no corpo e até mesmo lesões por esforço repetitivo (LER).

Manter uma postura correta é outra dificuldade muito comum, já que, na busca de uma posição mais confortável para jogar, as crianças podem desenvolver lordoses, escolioses ou hérnias de disco.

Confira quais são os melhores jogos para os jovens

Como dissemos, existem benefícios do videogame que contribuem para o bom desenvolvimento dos jovens. Nesse sentido, alguns jogos têm um grande potencial educativo e, em alguns casos, garantem até bons momentos em família. Alguns deles são:

  • The Sims: em The Sims os jogadores precisam criar toda a vida do personagem, o que ajuda a aprender sobre responsabilidade, criatividade, carreira e cuidado com as outras pessoas;
  • Master Mind: disponível para tabuleiro ou pela internet, esse jogo estimula o raciocínio ágil e pode ser usado também em sala de aula;
  • Dominó: trata-se de um clássico que pode ser jogado pela internet ou com peças. Ele é bom para desenvolver o raciocínio lógico e treinar a matemática de forma divertida;
  • Nova Ortografia: o jogo pode ser acessado pelo celular, com pontuação e desafios para ajudar a aprender as regras do novo acordo ortográfico;
  • Jogo da Independência: esse jogo online transforma um momento histórico do Brasil em um grande e divertido tabuleiro. É uma excelente maneira de estudar história;
  • Xenubi: apaixonados por química — ou não — podem aprender mais sobre os elementos da tabela periódica por meio desse jogo, que está disponível para download em Android e iOS;
  • Escola Games: não é um jogo, mas um site com muitos jogos que podem ser usados pela família e pela escola para ensinar sobre diversos assuntos.

Em resumo, além dos jogos eletrônicos, existem muitas opções de tabuleiro, cartas ou outros recursos simples que podem ser feitos em família — melhorando a relação entre pais e filhos. Assim, é possível aproveitar um momento de diversão e de união, além de aprender muito.

Entenda a importância de estimular outras atividades

Para evitar os efeitos negativos, é importante que os pais estabeleçam o equilíbrio e incentivem os filhos a apostarem em outras formas de lazer também. Brincar com os amigos, praticar algum esporte, ler livros, aprender a tocar algum instrumento musical ou outro idioma são algumas opções excelentes para o desenvolvimento dos jovens.

Pensando nisso, pode ser interessante que os responsáveis estipulem um tempo máximo para os jogos eletrônicos. Dessa forma, os filhos não precisam abrir mão desse tipo de lazer, mas também não se privam de outras atividades. Uma dica é, esporadicamente, realizar programas em família que sejam totalmente off-line, se possível, ao ar livre — um exercício coletivo de fuga da internet e de aproximação familiar.

Como você pôde ver, o uso excessivo de jogos traz graves consequências para crianças e adolescentes. No entanto, se for aproveitado com moderação e do jeito certo, existem benefícios do videogame, já que ele oferece grandes possibilidades de desenvolvimento pessoal, educacional e profissional. Portanto, para evitar os efeitos negativos, é fundamental a participação dos pais na promoção de mudanças positivas.

Os pais precisam estar sempre atentos ao comportamento dos filhos, para garantirem que o seu desenvolvimento aconteça da melhor forma possível. Quer aprender a evitar conflitos emocionais? Então, entenda os sintomas do estresse infantil e como lidar com ele.

Powered by Rock Convert