Conhecer a metodologia de ensino implementada pela escola é o primeiro passo que os pais devem dar quando o assunto é a educação dos filhos. Afinal, por meio do método, a instituição define os conteúdos curriculares, estabelece como será a aprendizagem e, ainda, determina qual será a forma de avaliação dos alunos.

No entanto, é preciso ter em mente que existem inúmeras linhas pedagógicas. Cada uma pode apresentar diferentes características e abordagens, por isso é importante verificar, antes de efetivar a matrícula, se o formato utilizado pelo colégio é adequado para as crianças e jovens, independentemente do nível de escolarização.

Ficou interessado sobre o tema? Então, acompanhe a seguir e veja como escolher a escola certa para o seu filho, considerando a qualidade da metodologia de ensino oferecida.

Entenda como a metodologia de ensino funciona no cotidiano escolar

As metodologias de ensino têm o objetivo de contemplar diversos aspectos que fazem parte do dia a dia dos estudantes. Por exemplo, os talentos pessoais, a inteligência emocional e as habilidades artísticas podem ser impactadas, a depender do método pedagógico escolhido pela instituição escolar.

Portanto, a metodologia de ensino é considerada a base da criação dos currículos programáticos, oferecendo uma orientação adequada dos planos de aula. Nesse contexto, ela abrange desde a forma de como o conhecimento é transmitido, até em como os educadores se relacionam com os estudantes nas diferentes disciplinas.

O método mais utilizado e que grande parte dos alunos já estão acostumados é o tradicional, no qual os professores simplesmente repassam os conceitos e as ideias de cada matéria, sem contar com a interferência da turma. No entanto, também existem outras linhas pedagógicas capazes de criar um desenvolvimento diferenciado no cotidiano de aprendizado.

Por isso, a fim de fazer a escolha certa para o seu filho em relação à educação dele, o recomendado é conhecer mais sobre cada abordagem, até mesmo para entender se ela conseguirá atender às necessidades escolares do aluno. A seguir, falaremos mais sobre as principais metodologias de ensino e como elas funcionam na prática.

Tradicional

O método tradicional, como já citamos, considera o professor a figura central, muitas vezes visto como o detentor e principal responsável pelo conhecimento. O estudante, por outro lado, deve absorver tudo o que está sendo transmitido, sempre de forma passiva.

Essa metodologia de ensino traz a ideia de reprovação, ou seja, caso a criança ou o jovem não cumpra com as metas esperadas para o ano letivo, terá que recuperar o nível no ano seguinte. A avaliação ocorre por meio de trabalhos, atividades e provas, de modo a medir a capacidade de memorização e absorção dos alunos.

Construtivista

Já na abordagem construtivista, baseada nas ideias dos teóricos Vygotsky e Piaget, o protagonismo da aprendizagem é colocado ao aluno. Isso quer dizer que, diferentemente do método tradicional, a transmissão dos conteúdos permitem ao estudante criar e experimentar o conhecimento repassado, de forma ativa.

Dessa maneira, o ensino é uma ferramenta para que o pequeno resolva problemas e formule hipóteses a respeito dos mais variados desafios, representando mais valorização das capacidades e habilidades estudantis. Sem avaliações ou provas, a linha construtivista foi pensada justamente com o intuito de reduzir esse tipo de processo na escola, tornando-o único e diverso.

Movimento maker

Na metodologia de ensino chamada de movimento maker, é possível associar diversas disciplinas e docentes em um mesmo projeto educativo. Com base nisso, as informações construídas em conjunto são transmitidas aos alunos, o que aumenta a valorização da multiplicidade dos conteúdos de cada matéria.

Sendo assim, os jovens podem aprender novos conhecimentos por meio de atividades práticas que envolvem tentativas de acertos e erros, tendo uma aprendizagem baseada no conceito do faça você mesmo. Dessa forma, o método incentiva a criatividade, a liderança e a capacidade de resolução de problemas por parte do estudante, fazendo com que ele tenha um olhar diferenciado sobre o ambiente de ensino e se torne mais ativo.

Freiriana

A metodologia freiriana é baseada nas ideias do educador brasileiro Paulo Freire, considerando os aspectos sociais, humanos e culturais de cada criança e jovem para que o ensino ocorra. A abordagem propõe o desenvolvimento da visão crítica por meio de práticas em sala de aula.

Dessa maneira, os conhecimentos repassados não devem ser tidos como uma verdade absoluta, até porque a educação defendida por Paulo Freire era que professor e aluno aprendem juntos na dinâmica cotidiana da aprendizagem. Inclusive, o conhecimento na linha freiriana deve servir para transformar e libertar o estudante, permitindo compreender e analisar o mundo por meio do conteúdo aprendido.

Saiba qual é a importância da metodologia de ensino para o aprendizado

Comumente, os pais ficam em dúvida sobre o que é melhor para os filhos. Considerando a variedade de metodologias de ensino que fomentam desde valores até estilos de vida, é muito importante avaliar as particularidades das escolas antes de fazer a sua escolha.

Essa atitude permitirá uma tomada de decisão adequada e positiva para o desenvolvimento da criança ou do jovem. Lembre-se de que esse é um critério fundamental ao optar por uma boa instituição de ensino.

Portanto, conheça o espaço e as propostas educativas oferecidas, anotando todas as informações que você deseja saber a respeito dos métodos utilizados. É interessante também conversar diretamente com os coordenadores e o diretor para saber se o seu filho se adaptará.

Além disso, a escolha deve estar alinhada aos valores e ao interesse da família e, ainda, às necessidades de aprendizagem do aluno. Afinal, contar com um método pedagógico baseado nas demandas aumentará as oportunidades de desenvolvimento e sucesso estudantil.

Viu só como a metodologia de ensino é uma parte vital da educação do seu filho? Tenha em mente que, a depender das necessidades, uma determinada alternativa pode ser mais interessante do que outra. O importante é que a criança ou o jovem se perceba como uma parte ativa de sua própria educação, tendo mais possibilidades de se sobressair no processo de aprendizagem.

Gostou do conteúdo? Que tal conhecer as propostas do Colégio Arnaldo? Aproveite a sua visita e entre em contato com a nossa equipe agora mesmo!

Powered by Rock Convert