A transição da infância para a vida adulta é uma fase extremamente importante. Para os pais, isso pode significar um período de desafios e também de dúvidas. Uma das dificuldades que muitas famílias enfrentam é encontrar a melhor maneira de lidar com o namoro na adolescência.

Como se trata de uma fase delicada, é necessário ter cuidado para oferecer a orientação que os jovens precisam, sem que isso gere conflitos em casa. Por isso, é preciso que os pais sejam acolhedores, mas que ainda mostrem os limites.

Quer saber como a família pode lidar bem com o namoro na adolescência de maneira mais tranquila? Continue a leitura e veja algumas dicas!

Desafios da adolescência

A adolescência representa um período de muito desafio para os pais no que se refere ao relacionamento e ao cuidado com os filhos. Mas é preciso compreender que essa fase também é muito difícil para os jovens, pois é repleta de situações novas. Por isso, é fundamental que a família se mostre compreensiva e acolhedora.

Durante esse período, os filhos começam a desenvolver a sua identidade. Assim, toda a inconstância que pode ocorrer é natural, pois trata-se de uma fase de ajuste. O corpo passa por muitas mudanças em pouco tempo, assim como as emoções.

Nessa fase, os vínculos sociais são amadurecidos e os valores ensinados desde a infância pela família devem ser reforçados. Existem muitas inseguranças, e as relações com os colegas ou com possíveis parceiros afetivos podem causar um grande impacto nos jovens.

Desenvolvimento da sexualidade

Como dissemos, o corpo do adolescente passa por rápidas mudanças. As meninas experimentam a primeira menstruação, os meninos percebem o desenvolvimento dos genitais e ambos notam o surgimento de pelos, entre outras transformações.

Da mesma forma, a sexualidade começa a se desenvolver, e é aí que surgem as dúvidas e a vontade de experimentar o contato com outra pessoa. É importante que o responsável busque compreender como acontece esse amadurecimento sexual para que possa oferecer as orientações necessárias.

Dessa maneira, é fundamental que os pais ajudem o jovem a se conhecer melhor, para que, assim, ele lide bem com essas novas informações. Também é preciso falar sobre os riscos relacionados ao sexo desprotegido.

Com o apoio em casa, o adolescente consegue compreender mais sobre o seu corpo e perceber se está pronto para iniciar um namoro — ou até onde tem maturidade para ir em uma relação. Assim fica mais fácil evitar que ele tome decisões influenciado por colegas.

Participação dos pais

Pode ser difícil para os pais lidarem com o namoro na adolescência. Encontrar uma boa medida para proteger sem reprimir é um grande desafio. Mas é importante evitar sempre a proibição e o conflito, pois isso pode fazer com que o jovem tenha essas experiências escondido. Os filhos precisam ter liberdade para namorar, mas a consciência dos limites.

Como lidar com o namoro?

É fundamental manter um bom diálogo, sem minimizar os sentimentos dos filhos. Muitas vezes, um conflito com um amigo ou algum desencontro amoroso podem parecer problemas muito graves para os adolescentes, mas essa intensidade é comum. Dessa forma, não é válido desvalorizar sentimentos assim.

Considere que, ainda que os adultos percebam que o namoro é só uma experiência entre as muitas que virão, para o jovem a relação pode ter um grande significado. Por isso, não desmereça ou faça comentários negativos.

A pessoa com quem o adolescente se relaciona pode ser recebida na casa da família. É interessante que os pais busquem se aproximar e sejam receptivos. A dica é que conversem e procurem conhecer melhor sobre como é a relação entre, sem serem invasivos. Não faça um interrogatório! Dialogue de maneira natural e aberta.

Como conversar com o adolescente?

A base de um bom relacionamento familiar deve ser construída desde a infância. Assim, quando os jovens entrarem na adolescência, terão liberdade e intimidade com os pais para conversar sobre questões mais delicadas. O importante é oferecer segurança para o seu filho, para que ele procure você quando precisar de alguma ajuda.

Além disso, grande parte da educação acontece por meio do exemplo. Dessa maneira, desde o nascimento a criança observa os adultos com quem convive, pois é assim que aprendem sobre as relações humanas. Portanto, se você busca um bom contato com o seu filho, é importante que o ambiente familiar seja harmônico.

Se ele procurar a família para conversar sobre namoro, é necessário ouvir com atenção, acolher as suas dúvidas e explicar sobre as responsabilidades que estão envolvidas.

Quando a família é mais reservada ou o adolescente não deseja falar sobre os sentimentos, isso precisa ser respeitado. Caso não seja um hábito já construído desde a infância, é importante saber que nunca é tarde para começar o diálogo, pois isso é muito necessário para os jovens.

É preciso ir com calma e respeitar o tempo dos filhos, sem ser invasivo. Não existe uma maneira determinada de conversar; cada pessoa é única e depende da família perceber a melhor forma de fazer essa abordagem.

Qual o papel da escola?

Além de um bom suporte em casa, é essencial que a escola também ofereça apoio ao jovem, considerando que os alunos não são apenas cabeças que aprendem, mas pessoas em desenvolvimento.

Dessa maneira, os educadores devem se esforçar para manter um bom ambiente entre os adolescentes, reforçar os valores da família e orientar sobre as mudanças físicas e emocionais que acontecem nesse período. Por isso, é preciso que a família conheça a instituição que os seus filhos frequentam e observe como essas questões são tratadas.

Como você pôde perceber, o namoro na adolescência deve ser encarado com naturalidade e acolhimento pela família. É importante estabelecer a parceria com os filhos e mostrar que eles podem contar com o apoio dos pais para tirar dúvidas e buscar ajuda quando for preciso.

O relacionamento com a escola também é essencial para garantir o bom desenvolvimento dos filhos. Para entender mais sobre o assunto, baixe o e-book gratuito sobre Como estabelecer um relacionamento de sucesso entre pais, alunos e escola.

Powered by Rock Convert