Nos últimos anos, a relação entre os jovens e as redes sociais tem começado cada vez mais precocemente. Hoje em dia, é muito comum encontrarmos crianças que já são capazes de acessar a internet facilmente e se conectar com o mundo virtual. Entretanto, mesmo com as facilidades e vantagens que esses dispositivos nos apresentam diariamente, é fundamental que os pais fiscalizem o uso.

Além de poder ter acesso a conteúdos que muitas vezes são impróprios para a idade, o excesso de informação consumida por longos períodos de conexão impede que essas crianças pratiquem outras atividades. Considerando os diversos perigos que estão relacionados ao uso inadequado das redes sociais, trouxemos neste texto questões que vão te ajudar a tratar melhor do assunto. Continue a sua leitura e entenda mais!

A relação entre os jovens e as redes sociais

Pesquisas comprovam que os jovens brasileiros utilizam as redes sociais diariamente, por pelo menos uma hora. Além disso, 10% dos entrevistados afirmaram não conseguir ficar sem acessar as redes sociais, outros 10% disseram não aguentar mais que um dia e outros 20% comentaram conseguir desconectar somente aos finais de semana. Ou seja, isso deixa claro que as redes sociais já estão enraizadas no cotidiano dos jovens.

É inegável que elas são importantes para facilitar a nossa comunicação. Além disso, elas ainda servem para que fiquemos atualizados. Porém, a relação entre os jovens e as redes sociais vai além: eles também se relacionam com marcas e empresas, consomem jogos e compartilham momentos particulares. Contudo, nenhuma das redes sociais tem garantia de que as informações ali postadas e curtidas estão seguras.

Portanto, veja a seguir algumas dicas valiosas para incentivar o uso adequado das redes sociais. São elas:

Imponha um limite semanal

Limitar o uso das redes sociais é benéfico para as crianças e adolescentes. Até mesmo os adultos, muitas vezes, precisam de limites, já que é comum que passem horas e horas conectados. Sem um limite estipulado, que pode ser de horas por dia ou por semana, é bastante provável que os jovens se esqueçam do mundo ao redor.

Converse com as crianças e os jovens

A melhor maneira de controlar o uso das redes sociais ainda é conversando. Os pais devem ajudar os filhos a desenvolverem um senso crítico desde cedo, ou seja, mostrar para os jovens o que é bom e o que pode ser ruim no uso das redes sociais. É interessante também ensiná-los a checar as informações que encontram, de maneira que eles não acreditem em tudo o que é postado.

Mostre de que forma as redes sociais podem ser úteis

Incentivar as crianças e os jovens a usar as redes sociais para o bem é muito interessante. Você pode ajudar seus filhos a encontrar bons motivos para usar as redes sociais, além de somente acompanhar perfis ou conversar com os amigos. Eles podem, por exemplo, organizar uma campanha solidária, divulgar notícias interessantes ou criar um grupo de estudos.

Reforce o cuidado com o que é postado

Sempre reforce a ideia de que o que é postado na internet se torna público. E dificilmente pode ser apagado ou esquecido. Por isso, é importante que os jovens tenham consciência do que está sendo exposto. Conversas, fotos e informações, tudo isso pode cair em mãos erradas e as consequências são imprevisíveis, principalmente com o crescimento do cyberbullying.

Pensando nisso, aprenda sobre as configurações de privacidade do Facebook, por exemplo, e ensine modos de configuração seguros para os seus filhos. Você pode informá-los de que posts públicos serão vistos por todas as pessoas da rede, e que é mais seguro deixar as fotos da família ou selfies com configuração de visualização apenas para amigos.

Incentive a leitura

Os jovens e as redes sociais parecem inseparáveis, mas é preciso que as crianças e os adolescentes compreendam que o smartphone é somente um meio de comunicação entre outros. Para encontrar novas histórias incentive a leitura de livros de ficção e, para se informar, incentive que seus filhos leiam o jornal, nem que seja somente aos finais de semana. Isso vai fazer com que eles descubram outras maneiras de absorver novas ideias.

Crie passeios ao ar livre

Uma boa forma de desconectar os jovens e as redes sociais é propor passeios ao ar livre. Estimule seus filhos para que eles se interessem por passeios desconectados, como um piquenique no parque ou uma visita a um museu. Se nem assim eles se animarem, proponha um almoço em família, por exemplo, mas todos devem deixar os celulares em casa. É legal que o modelo de comportamento venha dos pais.

Mantenha-se informado

Busque sempre conhecer todas as redes sociais da moda e entender como e para que cada uma delas funciona. Assim, fica mais fácil acompanhar o que seu filho acessa. Hoje em dia, é comum encontrarmos aplicativos e grupo com as mais diversas finalidades. Manter-se informado também vai ajudar na hora em que precisarem conversar.

Caso seu filho, independentemente da idade, venha a argumentar que todos os amigos usam as redes sociais, este é um bom momento para conversarem sobre como nem tudo o que é feito pela maioria é o mais correto. E isto pode servir para diversas situações que os jovens vão encontrar até a fase adulta.

Adote ferramentas de apoio

Você pode também acolher o uso de algumas ferramentas que ajudam a proteger seus filhos. Há aplicativos que controlam o tempo de uso e que bloqueiam o acesso à pornografia, por exemplo. Há também extensões que podem ser usadas no computador ou laptop e que controlam o que é acessado, inclusive ferramentas de busca que não mostram conteúdo inapropriado.

E lembre-se, o primeiro exemplo vem dos próprios pais. Para o bem de sua saúde e por sua família, evite o uso excessivo de dispositivos móveis, como o celular, principalmente na frente de seus filhos. Caso contrário, ficará mais difícil criar um diálogo honesto sobre o uso das redes sociais.

O avanço da tecnologia não pode ser suspenso, isso todos nós já sabemos. Mas ainda podemos escolher o que deve ser visto e o que queremos compartilhar, não é mesmo? Por isso, ajudar a construir uma relação positiva entre os jovens e as redes sociais é essencial para moldar os adultos que eles se tornarão em breve.

Gostou do conteúdo deste texto? Que tal compartilhar em suas redes sociais? Você pode ajudar outros pais e mães que querem encontrar a melhor maneira de tratar a relação entre os jovens e as redes sociais!

Powered by Rock Convert