pais na escola

10 ações para melhorar a participação dos pais na educação dos filhos

A participação dos pais na educação dos filhos é essencial para o bom rendimento da criança ou do adolescente. Casa e escola são espaços que se complementam e transformam toda a vida do indivíduo em um período completo de aprendizagem. Portanto, a forma como é feita a presença da família no ambiente escolar é muito importante para o desenvolvimento infantil.

A presença ativa dos pais ou responsáveis na vida escolar dos filhos traz uma série de benefícios relevantes. O primeiro deles passa pelo fato de que se cria um nível maior de intimidade e afeição das crianças. Elas passam a ter mais confiança nos adultos que atuam na escola e se sentem protegidas, mesmo em um local estranho.

Quer saber um pouco mais sobre o assunto? Então, continue a leitura. Preparamos este texto com dez dicas de como participar ativamente na vida escolar dos seus filhos. Acompanhe!

10 ações para participar da educação dos filhos

Uma série de benefícios pode ser percebida ao se envolver com a rotina educacional das crianças, afinal, diante da proteção e assistência dos pais, elas têm maior vazão de suas inclinações naturais para qualquer área de interesse. Veja, a seguir, dez ações sobre o que fazer para ser mais presente na vida educacional dos filhos.

1. Compareça às reuniões escolares

É importante que o espaço da casa e da escola estejam sempre conectados. É muito comum que se acabe compartimentalizando essas duas áreas da vida da criança e do adolescente quando, na verdade, elas são interdependentes. A criança ou o adolescente passa grande parte de seu tempo disponível na escola, e esta se torna o principal ponto de socialização.

Dessa forma, é essencial não ter uma ruptura muito abrupta entre os dois espaços. Uma forma de mantê-los conectados é a ação direta dos pais na escola por meio de reuniões escolares. Nelas, é possível acompanhar o rendimento do aluno, assim como em atividades extracurriculares que envolvem os responsáveis e a comunidade em geral.

2. Faça visitas quando não puder ir à reunião

A rotina atribulada de trabalho nem sempre permite que os pais estejam livres nas horas marcadas para as reuniões escolares. Mas não precisa se preocupar com isso, pois a maioria das escolas entende essa situação — porque é bem comum — e recebe-os em horários alternativos, de modo a conversar e esclarecer pontos importantes.

Se acontecer isso com você em algum momento, é interessante entrar em contato com a escola de maneira antecipada, a fim de explicar o ocorrido e marcar uma visita em um horário mais adequado. Geralmente, nesses casos, os responsáveis são conduzidos por algum colaborador da coordenação. Caso conheça algum professor específico do seu filho, veja se ele está disponível para participar da conversa.

3. Busque estipular algumas regras em relação aos meios eletrônicos

Vivemos em um mundo altamente informatizado e conectado, mas essa situação é uma faca de dois gumes. Ao mesmo tempo em que é positivo o acesso irrestrito às informações, pode também ser maléficas se não passarem por um filtro adequado. Assim, busque saber o que o seu filho está acessando e como ele está adquirindo conhecimento.

A forma como as crianças complementam o aprendizado adquirido na escola é muito importante para o seu crescimento intelectual. Infelizmente, nem todos estão preparados para separar um bom conteúdo de outro ruim. Portanto, uma forma de participação na educação de seu filho é verificar como ele está lidando e usufruindo da tecnologia.

4. Prepare um local adequado ao estudo

Estudar em casa faz parte da formação intelectual da criança e do adolescente. Ao ter um momento do dia destinado à recapitulação do conteúdo, o seu filho aprende a compartimentar o tempo, assim como se organizar para que possa desenvolver suas tarefas.

Dessa forma, ter um espaço adequado ao estudo em sua casa é uma forma de auxiliá-lo nessa tarefa. Os melhores locais são aqueles silenciosos, afastado das tentações da tecnologia, em um ambiente iluminado e confortável que permita o desenvolvimento dos processos cognitivos.

5. Ajude-o na lição de casa

Ajudar a criança a fazer o dever de casa não é o mesmo que fazer por ela. As tarefas a serem feitas fora do ambiente escolar são de grande importância para que os conteúdos fiquem fixos na memória. Assim, esteja perto, cobre as lições todos os dias e verifique se elas foram feitas.

Se o seu filho tiver alguma dúvida e você não souber responder, não entre em pânico, pois esta pode ser uma oportunidade de adquirir conhecimento também.

A internet é útil nesse sentido, e os livros são sempre as melhores escolhas quando o assunto é pesquisa. Aproveite essa oportunidade para deixar claro ao seu filho que o conhecimento é algo que se constrói ao longo de toda a vida, e nunca é um processo acabado.

6. Pergunte a ele como foi o seu dia de aula

Questionar sobre a rotina da criança e verificar como ela passa seus dias escolares é importante por dois motivos. Em primeiro lugar, trata-se de um momento de conexão. Nesse sentido, perguntar sobre o seu dia é uma forma de manter um bom diálogo, além de mostrar que você está presente, mesmo que não passem todo o dia juntos.

Em segundo lugar, a escola é um espaço social e, como toda sociedade, tende a ter conflitos. Estar por dentro do que acontece com o seu filho é uma forma de prever essas divergências e auxiliá-lo a ultrapassá-las. Exemplos disso são as relações com colegas e professores, brincadeiras, bullying, entre outras coisas que podem ser problematizadas e corrigidas.

7. Procure conhecer os amigos do seu filho

Esta dica complementa a anterior: conhecer os amigos do seu filho faz parte da presença familiar na escola. Ressaltando, a instituição de ensino é um espaço social que vai tomar grande parte da vida da criança e do adolescente. Portanto, é uma espécie de microcosmo que dará indícios de como funciona a vida adulta.

Os seus filhos, com certeza, sentirão o maior prazer de falar sobre quem são seus melhores amigos e por que valorizam tanto suas relações de amizade.

8. Mantenha-se informado

Outra forma de fortalecer a presença dos pais na escola é quando eles se mantêm bem informados. Em primeiro lugar, garanta um canal de comunicação ativo com a escola, buscando saber sobre o rendimento, os eventos, as tarefas extracurriculares, assim como a respeito da vivência do seu filho no espaço escolar.

Em segundo lugar, tenha em mente que no mundo contemporâneo as notícias são rápidas e abundantes, contudo, nem todas essas notícias trazem mensagens verdadeiras. Por isso, é importante que pais e filhos aprendam a lidar com essa situação: separar notícias reais das fake news, assim como o desenvolvimento de um pensamento crítico, são importantes para a boa vivência em sociedade.

9. Participe de eventos abertos da comunidade escolar

Feiras de ciências, seminários, apresentações, competições esportivas, entre outros eventos geralmente são abertos para que a escola receba pais e amigos dos alunos. Dê uma olhada no calendário escolar do seu filho e veja quando será o próximo evento dessa natureza. É uma ótima maneira de conhecer mais sobre os valores e as práticas da comunidade escolar.

Além disso, é uma oportunidade de estreitar laços com os professores das crianças. Esse tipo de comunicação ajuda o professor a se lembrar dos seus filhos, principalmente quando eles sentem a necessidade de conversar com os pais sobre comportamento ou desempenho escolar. Os professores saberão que você é um responsável acessível.

10. Crie o hábito de ler historinhas com seus filhos

Sabia que ler para as crianças antes de dormir ajuda no desenvolvimento da aprendizagem? Algumas histórias carregam termos pouco usados, que acabam enriquecendo o vocabulário dos seus filhos.

Além disso, acompanhar a narração estimula a criatividade, facilita pegar no sono, estimula o desenvolvimento da inteligência emocional nas crianças e pode ser uma maneira de transmitir crenças e valores morais positivos.

O melhor de tudo é que, durante a contação de histórias, cria-se um clima de cumplicidade e aconchego, aproximando seu filho de você. Por isso, mesmo depois de um dia corrido, vale a pena se sentar à beira da cama e contar uma linda história para os seus pequenos. Com certeza, eles vão adorar!

A importância dos pais na vida escolar dos filhos

Quando a criança sente que há uma relação cordial de preocupação com ela que une a família e a escola, cria-se uma base e, assim, fica mais fácil adquirir confiança para lidar com os desafios do mundo.

Dessa forma, os seus filhos sentem mais vontade de estudar para as avaliações escolares, pois os adultos ao redor esperam esse resultado deles de certa forma. Isso também contribui para o exercício da disciplina desde cedo, pois as crianças percebem que os compromissos escolares precisam ser cumpridos.

Compreender qual é o lugar que lhe cabe nesse microcosmo e entender como funcionam as relações sociais, a empatia e o trato com os colegas são algumas das coisas que seu filho deve aprender, e essa lição é parte da participação dos pais na escola e na educação dos filhos. Uma vez compreendida a lição, o aluno poderá sair da escola e ocupar seu lugar na sociedade como um cidadão completo, empático e atento ao funcionamento do mundo.

O que achou das informações que trouxemos neste texto? Para você continuar absorvendo mais dicas úteis a respeito da participação dos pais na escola, preparamos um post completo sobre como acompanhar as crianças nas atividades remotas em casa.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.