A dificuldade de aprendizagem é, atualmente, um grande problema na vida acadêmica de milhares de estudantes. Por isso, esse tem sido o pivô de grande preocupação por parte das escolas, mas, sobretudo, das famílias. Contudo, é preciso ter calma. Essa adversidade pode ser reconhecida facilmente durante o período de escolarização da criança.

Em linhas gerais, os problemas podem ser identificados quando o aluno não consegue acompanhar o ritmo da sua turma ou não é plenamente capaz de absorver e reproduzir o conhecimento que é transmitido na sala de aula. Sendo assim, para que o desempenho escolar de seu filho não seja prejudicado agora — ou em um futuro próximo —, é interessante acompanhá-lo de perto.

Quer descobrir como ajudar o desempenho escolar de seu filho na escola? Então, conheça agora mesmo algumas dicas que poderão te ajudar a identificar alguma dificuldade de aprendizagem. Continue a leitura e veja como acompanhar o desenvolvimento dos pequenos!

Como identificar a dificuldade de aprendizagem?

Quando um aluno não vai bem na escola é comum pensarmos nos distúrbios ou transtornos que estão ligados à aprendizagem. Entretanto, é muito importante entender que nem todas as situações de baixo desempenho tem relação direta com algum transtorno. Na grande maioria das vezes, o que acontece é que a criança apresenta algum obstáculo simples de ser contornado.

O comportamento agitado de uma criança pode indicar a presença de algum problema ou dificuldade de aprendizagem. Por isso, é sempre importante que os pais ou responsáveis pelo aluno mantenham-se presentes e acompanhem como está seu desenvolvimento na escola.

Confira como identificar uma dificuldade de aprendizagem!

Esquecimentos

Se o seu filho vive se esquecendo das coisas, como material escolar, blusas ou data de entrega de um trabalho, é provável que ele não esteja prestando atenção no que faz. Claro que isso pode ser comum às crianças e adolescentes, porém, os pais precisam reparar quando isso começa a passar dos limites da normalidade.

Complicações com a lição de casa

Você pode acompanhar se seu filho sempre tem problemas para concluir a lição de casa. Isso pode acontecer por dois motivos: ele tem dificuldade para acompanhar a matéria ensinada na sala de aula e, por isso, não absorve o conteúdo e/ou tem problemas para se concentrar em casa, na hora da lição.

Grafia inadequada

Se uma criança ou adolescente tem a grafia inadequada para os padrões normais, pode ser que ele tenha um transtorno conhecido como disgrafia. Esse problema acontece quando a pessoa apresenta uma dificuldade para controlar os músculos da mão.

Em decorrência disso, outras inconvenientes podem aparecer durante a vida acadêmica dessas crianças. Enquanto os estudantes com problemas na grafia tentam escrever corretamente, o foco e a atenção na aula acaba sendo prejudicado.

Problemas de visão

Este é outro ponto para o qual os pais devem se atentar. Observe o comportamento de seu filho para tentar perceber se ele está sofrendo com problemas de visão — uma vez que isso pode ter repercussão negativa na vida da criança. Dependendo da idade, as crianças não conseguem distinguir problemas dessa natureza, afinal, eles entendem que é assim que todos enxergam.

Porém, quando a alfabetização é iniciada, as crianças com problemas de visão podem reclamar que não enxergam a lousa ou estão com dores de cabeça frequentemente, por exemplo. Se você estiver desconfiado, repare se seu filho tem o hábito de esfregar os olhos, se ele evita brincadeiras e esportes que exijam mais da visão ou se ele anda com atenção exagerada, como que para não tropeçar.

Em casos mais graves, onde os estudantes apresentam algum distúrbio, as complicações persistem por muito mais tempo e, é nesse momento, que a família precisa identificar o que acontece.

Quais são as dificuldades mais comuns?

Veja, a seguir, os tipos de dificuldades mais comuns que enfrentam as crianças e os adolescentes.

Dislexia

Este é um problema muito comum para milhares de estudantes das redes de ensino espalhadas pelo país. Os alunos que apresentam dislexia são caracterizados pela dificuldade acentuada na alfabetização, interferindo diretamente na aprendizagem da leitura e desenvolvimento da escrita.

De modo geral, as crianças que são afetadas por esse tipo de transtorno manifestam indícios desde os primeiros anos de vida. Entretanto, a escola se torna o ambiente ideal para que o diagnóstico seja feito com mais precisão. Afinal, é ali onde as habilidades de ler e escrever passam a ser desenvolvidas e nota-se os casos onde há uma dificuldade maior.

Transtorno de Déficit de Atenção (TDA)

Em alguma fase da vida é comum que crianças ou adultos apresentem Transtorno de Déficit de Atenção — e isso é normal. Porém, quando o TDA começa a atrapalhar o desenvolvimento escolar de uma criança, é preciso que um profissional descubra a origem do problema. O transtorno surge quando áreas cerebrais sofrem de lentificação, o que causa dificuldade de concentração e na memória, além de impulsividade e hiperatividade.

Com o TDA fica mais difícil que as crianças se concentrem nos estudos, principalmente em atividades como a leitura. Isso porque, em situações que exigem esforço mental, o cérebro fica mais lento. Ainda não se sabe ao certo o que ocasiona o TDA, porém, o transtorno tem base orgânica, com determinantes genéticos.

A confirmação do TDA precisa ser realizada por um profissional experiente e cuidadoso, uma vez que, somente assim, será possível encontrar o tratamento mais adequado a cada situação. Além disso, um diagnóstico médico poderá identificar se seu filho sofre com mais de um distúrbio ao mesmo tempo. Vale destacar que existem três tipos de TDA: desatento, hiperativo e combinado.

Não importa qual seja a origem ou a dificuldade de aprendizagem de seu filho, o importante é que o problema seja descoberto o quanto antes para que o tratamento ideal seja iniciado. É fundamental nessas situações que os pais estejam presentes e acompanhem o desenvolvimento pessoal e escolar de suas crianças.

Quer acessar outros conteúdos interessantes como este? Não deixe de seguir as redes sociais e acompanhar todas as dicas, novidades e informações que são compartilhadas por lá! Estamos no Facebook e também no YouTube.

Powered by Rock Convert